04 dez Carlos Portugal Gouvêa comenta chegada de companhias do agronegócio ao mercado acionário

Em entrevista ao Estadão, nosso sócio Carlos Portugal Gouvêa comenta o cenário de juros baixos, que tem acentuado a chegada de companhias do agronegócio ao mercado acionário.

De acordo com Carlos, o setor do agronegócio do Brasil conta com uma estrutura de financiamento bastante arrojada, mas que o momento dos juros baixos, que torna o mercado de capitais mais pujante, tem atraído as empresas do setor em busca de capital para investir, principalmente as ligadas à tecnologia.

“O financiamento agrícola no Brasil é sofisticado, mas para o crescimento via novas tecnologias o espaço mais adequado é o mercado de capitais, e isso é um movimento global.”

Confira a reportagem completa: https://lnkd.in/ddTEWdr