15 jun Brazil's new startup framework: progress or missed opportunity?

O novo marco legal das startups brasileiras foi o tema da conversa entre nosso sócio Carlos Portugal Gouvêa e o The Brazilian Report.

O portal consultou Carlos sobre o que se espera, e quais as lacunas, deste marco regulatório, criado com o objetivo de promover uma maior modernização do ambiente de negócios no Brasil e incentivar o desenvolvimento das empresas de tecnologia.

Na entrevista, Carlos comenta que um dos aspectos mais positivos do marco legal das startups e do empreendedorismo é o fato dele simplificar operações e tornar as leis societárias brasileiras mais próximas da legislação internacional.

Apesar disso, Carlos pontua que este marco regulatório seria uma boa oportunidade para alterar regras vigentes, e que limitam as empresas. “Essa é uma oportunidade perdida para melhorar a tributação para as startups”, declara. “Na realidade, o único incentivo fiscal para essas empresas (e que seria permitir que os investimentos realizados em suas operações fossem tributados da mesma forma que os efetuados em mercados de capitais), foram vetados”, completa.

Leia a íntegra desta entrevista, disponível AQUI.